9 de março de 2017

Líquidas


Uma gota d'água é o mar inteiro
por estar nele
É um choro, materialização de sentimento
por derramar-se dos olhos
Uma gota d'água é uma
em um milhão, bilhão, trilhão...
por compor a chuva
Uma gota d'água
deixa de ser gota d'água
ao se diluir e se misturar
com outras substâncias
líquidas
Uma gota d'água
é líquida,
efêmera,
é gente, é humano, é pessoa
Uma pessoa evapora
Uma pessoa não mata a sede
Uma pessoa incita a necessidade

Pinga a alma
fora d'alma, fora d'água
nada.
Foi-se.
Secou.
Uma pessoa seca.

3 comentários:

  1. de todos os blogs que tenho visitado esse poema me saltou aos
    lua-de-carmim.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei o poema. Forte e sensível, como a tua natureza. A fotografia,passa uma impressão de névoa retida,presa, leva a gente a pensar muito ... linda composição.
    Bom fim de semana.

    ResponderExcluir

Pesquisar este blog